12 de nov de 2012

Teatrando



                "No início era o verbo.
                Laban fez dele movimento, mas a duvida que sobra é se Talhar parece Pontuar.
                Se for sustentado é pelo pai ou a mão?
                Já que o leve nem sempre é direto, e, se for indireto não pode Socar.
                Eu quero dizer, na verdade, que o sujeito nem sempre conjuga o verbo e às vezes a frase de movimento não tem ação.
                E quem tem culpa? Se é na repetição que se atinge a perfeição.
                Quando Laban propõe o verbo, eu argumento de maneira repentina e afirmo que Flutuar não leva você ao Pontuar.
                Deslizar pode, e muitas vezes é, mais divertido que Sacudir.
                Só nos resta Torcer para um sentido no nexo que a falta de sexo trás."

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gosto da forma como você escreve, descreve, se descreve, bagunça... Diz.

    :)

    ResponderExcluir