30 de out de 2011

Under cover of darkness

A! Se eu não fosse tão babaca...

Te chamava de amor, te pedia em namoro e fazia um filho ou dois com você no futuro.

Te ligava de madrugada pra dizer: “Dorme bem” quando não pudéssemos dormir juntos.

Se eu não fosse tão babaca assumia minha paixão e te enchia de emoção.

Tatuava nos meus ossos o seu nome e te dava meu sobrenome.

Se eu não fosse tão babaca e não ferrasse com tudo sempre, seriamos o casal mais promissor de todos os tempos.

Enfrentaríamos crises, problemas e doenças.

Se eu não fosse tão seu, mesmo sendo tão babaca, o mundo teria senso.

Eu sofreria as leis do carma e as crianças da África não passariam fome, mas eu sou babaca. Egocêntrico e com mais defeitos que qualquer um daqueles personagens das series que você assiste. O mundo não faz sentido e seu abraço de despedida ainda me deixa mais dolorido que qualquer murro que já tenha levado.

3 comentários:

  1. se voce nao fosse babaca, seu amor seria meu ?!

    ResponderExcluir
  2. Bom.. quem sabe um dia, o "babaca" passa a ser menos "babaca", e faz alguma das coisas que disse aí.. Quem sabe..

    ResponderExcluir