19 de jan de 2012

Querida L.


                Te escrevo pra dizer tudo aquilo que não posso te falar pessoalmente. Não te digo pessoalmente por conta dele, essas coisas te forçariam a se afastar de mim, e eu não quero isso.
                Você já foi minha, por uma tarde ou duas.
                Era só minha, com beijos de amora e a brisa fresca que entrava com alguns raios de sol pela sua janela. Você tem belas pernas. Já disse que te quero, quero mais do que duas vezes isoladas, eu te quero para te fazer sentir tudo isso que eu sei que posso te proporcionar.
                Garotos são sempre incompetentes quando conseguem uma mulher.
                Não quero te iludir, você sabe melhor do que ninguém o meu valor. Eu só queria mais uma chance para te fazer se sentir como uma mulher de verdade e não mais um troféu a ser exibido.
                Sei que não tenho o suficiente para ser levado a serio, mas saiba que você se tornou alguém importante para mim.
                Não consegui escrever muito, mas você sabe que sou de poucas palavras. De um homem infielmente seu, J.

5 comentários:

  1. Às vezes é necessário arriscar tudo em busca da felicidade. Nada nesta vida cai do céu. Lute!

    ResponderExcluir
  2. É o texto mais bonito que você já escreveu. Depois dos "meus".

    ResponderExcluir
  3. É realmente um de seus melhores textos!
    Tão bom quanto "Interstate Love Song" ou "Rebel Yell"
    Beijos de Amora! =)

    ResponderExcluir
  4. Quanta saudade desse dia!

    ResponderExcluir
  5. Sinto falta de mais textos com tanto sentimento neste blog!

    ResponderExcluir