1 de mai de 2012

Um rei

       Oi Zé... A quantas andam seus planos?
E a família? Choveu pouco esse ano, já começou esfriar...
PoiZé, o mundo tá mudado e tem nego admirado.
       E aí Zé?
Se a família crescer e o arroz não render?
PoiZé se o leite talhar e o açúcar azedar?
       Pois há de ficar Zé aquele que nunca pensou na bezerra morrída, no cavalo caído e nos murro doído que a gente leva da vida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário